quinta-feira, 13 de outubro de 2011

Amantes Visita: Bazar Samburá


O Bazar Samburá é organizado pelo Lar Escola São Francisco e toda renda obtida é revertida ao Centro de Reabilitação Médica, possibilitando o atendimento de pessoas de todas as idades com deficiência física e mobilidade reduzida que são indicadas pelo SUS. 
 São realizados cerca de 10 mil atendimentos mensais a pessoas com diagnósticos de deficiência com origem ortopédica, neurológica, reumatológica ou geriátrica.


Havia tempos que queria conhecer o Bazar Samburá e para minha alegria eis que este dia chegou.
Fiquei muito impressionada com o lugar, fica em uma rua tranquila com cara de vila: lojas pequenas, comérico charmoso e tal.
Entrei no bazar e de cara me perdi entre os móveis, continuei caminhando e o lugar não acabava, são salas e mais salas lotadas de produtos de toda espécie, salas com pilhas de roupas quase até o teto e um galpão enorme literalmente abarrotado de móveis ... passei cerca de uma hora por lá ( mas poderiam ter sido umas 5, porque perde-se a noção do tempo facilmente) o olhar tem muito pra ver, fuçar, imaginar, relembrar ... 


Quando já estava de saída encontrei um antigo colega de trabalho que me apresentou a Andrea, uma voluntária do espaço que criou um blog para divulgar o bazar: este aqui.
O que é bacana é a quantidade de gente trabalhando, funcionários simpáticos e que mantem o local minimamente organizado dentro do possível ... porque é muita coisa pra dar conta mesmo.
E ainda tem um desconto maluco em que as peças acima de 300 reais caem 50% do preço, ou seja, dá pra achar um guarda roupas colonial por uns 300 reais ou menos, vale muito a pena.
Adorei e não vejo a hora de voltar.



Endereço: R. França Pinto, 783, Tel. (11) 5908-7899
Dica: vá de metrô e aproveite pra passear pela charmosa vizinhança do bazar. 

Site aqui !


2 comentários:

Karla disse...

Estou procurando um bazar bacana para doar peças de roupas e sapatos e aí me indicaram o Bazar Samburá e pesquisando, tb encontrei essa reclamação, bem ao contrário do que vc diz aqui no blog:

http://www.reclameaqui.com.br/1165342/lar-escola-sao-francisco/bazar-sambura-avalia-movel-usado-por-quase-o-dobro-do-preco/

Paula Marcelle disse...

Olá Karla, este meu relato é de 2011,ele traz um olhar sobre o dia específico em que a visita foi feita, de lá pra cá os preços no Bazar foram ficando cada vez mais salgados mesmo, infelizmente está havendo uma grande especulação em torno de coisas antigas, e muitas vezes eles viajam nos preços mesmo.
Abraços.